15/05/2021 às 21h22min - Atualizada em 15/05/2021 às 21h22min

Casa do Pobre recebe ação itinerante de emissão de RG em União dos Palmares

Por: Redação - Rodrigo Gomes
Rede alagoana de notícia
 

Ação está sendo realizada respeitando as normas do protocolo sanitário de prevenção à Covid-19 

O Instituto de Identificação de Alagoas retomou a realização de ações itinerantes por todo o Estado – que estavam suspensas por conta da pandemia de Covid-19. A primeira instituição a ser contemplada com o serviço público foi a Casa do Pobre Santo Antônio, em União dos Palmares.

Durante dois dias, quarta (12/05) e quinta (13), a entidade filantrópica recebeu a equipe do Instituto de Identificação que fez a renovação das carteiras de identificação dos 47 idosos que vivem no lar, além de 25 funcionários que convivem diariamente com eles no abrigo.

“Nossos idosos, no momento da pandemia, tiveram diversos problemas. Inclusive, de ordem documental, pela medida que eles não podem tá saindo, estão em isolamento social. Vários com identidades muito antigas, que não dá pra reconhecer mais quem é quem”, disse a diretora administrativa do abrigo, Ana Paula.

“Então, nós enviamos um ofício ao Instituto de Identificação de Alagoas, na pessoa do doutor Anísio, e ele prontamente atendeu essa solicitação, que é um direito de todos ter o seu documento. Então, foi disponibilizado essa grande equipe que nós estamos vendo aqui. E com isso, a gente protege os idosos para não estarem expostos, saindo da entidade, colocando em risco de contaminação”, pontuou.

Para realizar a ação, o órgão teve que adequar as suas atividades externas de atendimento ao público, respeitando o Protocolo Sanitário criado pelo governo de Alagoas.

O superintendente do Instituto de Identificação, Anizão Amorim, explicou que ação é especial para o Instituto de Identificação de Alagoas, porque marca o retorno de ações itinerantes. Outro fato marcante, é que essa foi a primeira ação itinerante que atendeu uma Instituição de Longa Permanência para Pessoas Idosas (ILPI).

“O Instituto de Identificação tem entre suas premissas, garantir a todo cidadão alagoano, ou que reside no Estado, a emissão do RG. Estamos muito felizes em retomar com esse tipo de atividade com um público tão especial, pessoas idosas que não teriam condições de se locomover até um posto, mas que precisam do documento para ter acesso a outros serviços públicos”, afirmou o superintendente.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »