12/02/2022 às 00h10min - Atualizada em 12/02/2022 às 00h10min

Comunidade do Rio Novo recebe serviço de desobstrução de galerias

Ação tem o objetivo de garantir melhor funcionamento das galerias no período de chuva

Por: Redação
Rede alagoana de notícia

Equipes de manutenção e drenagem da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) realizaram, nessa quinta-feira (10), a limpeza de galerias pluviais, no bairro Rio Novo. A iniciativa tem o objetivo de desobstruir esses espaços para garantir o escoamento adequado das águas das chuvas e assim evitar zonas de alagamentos, principalmente no período chuvoso.

Os serviços foram realizados nas Ruas do Cravo e Vereador Hermínio Cardoso, próximas à região do ABC, no limite com o bairro Fernão Velho. Foram retirados 12 metros cúbicos de resíduos sólidos - principalmente plástico, garrafa pet, papelão - dentre outros materiais. Isso equivale a quase 20 toneladas de lixo ou uma caçamba cheia. Todo material recolhido é encaminhado ao Aterro Sanitário de Maceió, no Benedito Bentes, para a correta destinação final.

 

 
 

Morador do Rio Novo, Valdener Oliveira, aprovou o trabalho realizado pela Prefeitura. Foto: Wilma Andrade/Ascom Seminfra

 

O morador do Rio Novo, Valdener Oliveira, 47 anos, acompanhou de perto o serviço das equipes técnicas na região e comemorou a atenção frequente do Município.

“Está ficando muito bom. Trazendo benefícios para todos e estou satisfeito, graças a Deus, com todas as obras desenvolvidas por aqui. A gente só tem a ganhar”, pontua Oliveira.

Apesar do trabalho realizado pela Prefeitura de Maceió, a população também cumpre um papel fundamental para garantir o pleno funcionamento das galerias. Materiais como garrafas de refrigerante, brinquedos, utensílios domésticos, roupas, calçados e pedaços de madeira, quando são descartados de forma errada, acabam se acumulando nas galerias e bloqueando a passagem da água.

 

 
 

 

 

“As nossas ações acontecem de Norte a Sul da cidade. Estamos todos os dias nas ruas com o objetivo de levar melhor qualidade de vida aos cidadãos e evitar possíveis transtornos com esses espaços importantes congestionados por algum tipo de material. Enquanto gestão estamos fazendo a nossa parte, mas é fundamental que todos reflitam que um pequeno ato - como jogar uma embalagem de chiclete na rua - pode ter uma reação a curto, médio e longo prazo com prejuízo a todos”, ressalta o coordenador de Drenagem da Seminfra, Gabriel Rodas.

Jogar lixo na rua é crime!

Código Municipal de Limpeza Urbana prevê multa para quem descartar qualquer tipo de resíduo em vias públicas ou áreas verdes. A legislação estabelece valores que vão de R$ 120 a R$ 30 mil, de acordo com a gravidade do caso.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »